Se a sua memória lhe anda a pregar partidas, retenha esta informação: comer uma noz do Brasil (castanha do pára) por dia ajuda a manter o seu cérebro como novo.

Um grupo de cientistas chineses examinou um grupo de 2.ooo adulto e reparou que os que seguiam uma dieta pobre em selénio mostravam uma função cognitiva própria de uma pessoa cerca de dez anos mais velha. “O selénio tem propriedades antioxidantes que protegem o cérebro do stress e evita que o ADN se deteriore”, assegura o dr. Sujuan Gao. O halibute (não é a pomada, mas sim o peixe halibute), o salmão e os cogumelos portobello contêm grandes quantidades de selénio, mas tendo em conta a proporção no que diz respeito ao tamanho, as nozes do Brasil contêm uma dose trinta vezes maior.

Noz do Brasil ou Castanhas do Pará têm inúmeros benefícios. Conheça-os abaixo:

1) Proteger o coração

Apesar de ser muito gordurosa, e apresentar uma parcela significativa de gorduras do tipo saturada (22% da composição de gorduras), a noz do brasil possui ácidos graxos (oleico e palmitoleico) que ajudam a aumentar os níveis de colesterol HDL e a diminuir os de colesterol LDL. O colesterol do tipo HLD ajuda a evitar doenças cardíacas, já o excesso de LDL está muito associado à ocorrência de aterosclerose, processo inflamatório nas artérias que pode provocar infartos. Um estudo feito com jovens obesos constatou que a ingestão diária de 15 a 25 g de “castanha do Pará” diminui os níveis de colesterol total e LDL.

A noz do brasil também possui um considerável teor do aminoácido arginina (100 g de sementes têm 2,148 g), que nosso corpo utiliza para a síntese do gás óxido nítrico, um potente vasodilatador, ajudando no tratamento da hipertensão.

2) A castanha do Pará ajuda a combater o cancro

Existe uma enzima do sistema de defesa antioxidante do nosso organismo chamada glutationa peroxidase, que precisa do selênio para desempenhar as suas funções. Quando em excesso, os agentes oxidantes podem induzir mutações que promovem o surgimento de células cancerígenas.

Além dessa ação preventiva, o selênio também parece ser eficaz no tratamento de alguns tumores. Um estudo, publicado na revista Cell Biology and Toxicoly, mostrou que o mineral estimulou o processo de apoptose, ou morte celular programada, em células do cancro do colo do útero. Outra pesquisa publicada na Cancer Research, também revelou que o selênio ajudou a reduzir a proliferação de células cancerígenas da próstata.

3) A “castanha do Pará” ajuda a emagrecer

A incorporação de noz do brasil na dieta ajuda no processo de emagrecimento. Pode parecer contraditório, mas não é só o seu conteúdo de fibras e proteínas que promovem uma sensação de saciedade: as próprias gorduras insaturadas da semente também proporcionam este efeito, o que fará você consumir uma menor quantidade de alimentos.

4) A noz do brasil promove o crescimento muscular

Para o crescimento e reparação do tecido muscular é fundamental a ingestão de alimentos que sejam fontes de proteínas. Levando-se em conta a quantidade diária de proteínas recomendada para um homem adulto (56 g), as sementes já ajudam a cumprir uma boa parte dessa meta (um copo de castanhas do Pará fornece cerca de 19 g de proteínas).

As gorduras e o selênio das castanhas também são importantes para a síntese da testosterona.

5) A noz do brasil é boa para os ossos

Os benefícios da castanha do Pará também refletem na saúde dos ossos. Os minerais magnésio e fósforo, encontrados em quantidades significativas nessas sementes, são importantes para o processo de construção óssea.

Ref: MensHealth, Agosto de 2018, saúde; “7 benefícios da castanha do pará – para que serve e propriedades”, mundo boa forma.

Espreite a última edição da nossa revista

Há mais de 50 páginas que ainda não conhece - clique abaixo